Anúncie no portal da Rdio Cultura AM 1260 - So Borja
Notícias São Borja

Vigilância Sanitária divulga dados elevados de focos de mosquito aedes aegypti em 2019

Anelise da Costa Andres Postado dia 08/01/2020

Vigilância Sanitária divulga dados elevados de focos de mosquito aedes aegypti em 2019

2019 fecha um balanço com índice elevado de focos de mosquito aedes aegypti

O Serviço de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal da Saúde finalizou, esta semana, levantamento sobre a incidência em São Borja, em 2019, do Aedes aegypti, mosquito transmissor de dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela. No total, foram registrados 2.514 focos do mosquito, um total que excede, e muito, as ocorrências contabilizadas em 2018. Em 2018 foram 1.524.

O relatório de 2019 refere-se à área urbana e à localidade de Nhu-Porã, onde ocorre o trabalho de monitoramento dos agentes de endemias. Como vem ocorrendo historicamente, a área central da cidade, incluindo a zona Sul, foi a que novamente teve o maior número de ocorrências. Foram 1.064, de janeiro a dezembro. O bairro Pirahy ficou na segunda colocação, com 511 casos, vindo a seguir o bairro do Passo, com 426. As demais áreas monitoradas apresentaram os seguintes números: Várzea – 402 registros; Umbu - 90; e Nhu-Porã - 14.

A incidência de focos do mosquito aedes aegipty, como acontece em outros anos, demonstra uma maior incidência de focos do mosquito nesses primeiros meses do ano, entre janeiro e abril. No período de inverno são registrados menos casos, e retomando a escalada de crescimento no último ciclo anual, dos meses de novembro e dezembro.

Segundo a área técnica do Serviço de Vigilância, considerando as tendências, a recomendação é para que a população se mantenha em alerta. Tudo indica que os números relativamente baixos nos últimos meses, aumentarão bastante no período em que estamos, por isso o setor acrescenta que é preciso eliminar todos os ambientes que possam virar criadouros de mosquitos, principalmente de água parada e limpa.

O Ministério da Saúde está prevendo que, no país, nos próximos meses aumentará a proliferação de mosquitos e os registros de doenças como dengue e chikungunya.

Em São Borja, no ano passado, um caso de dengue foi registrado, em janeiro, em Nhu-Porã.  

Na próxima semana, de 13 a 17 de janeiro, o Serviço de Vigilância em Saúde estará realizando o LIRA (Levantamento de Índice Rápido). O Lira é uma amostragem de 20% dos imóveis, que determina a real situação do município em relação à infestação do mosquito Aedes.

 

Gostou da Matéria? Deixe-nos seu curtir ou Deixe seu Comentário

Fique sempre Atualizado

Receba em seu e-mail as notícias da cidade, promoções e tudo sobre a programação da Rádio Cultura AM 1260




Todos os direitos reservados à ESBC - Empresa São-borjense de Comunicações Ltda

© Radio Cultura AM 1260 - 2014

Desenvolvido por: