Anúncie no portal da Rdio Cultura AM 1260 - So Borja
Notícias São Borja

Embate político: Patrocínio da Corsan para o Natal causa discórdia na Câmara

Anelise da Costa Andres Editado em 10/12/2019

 Embate político: Patrocínio da Corsan para o Natal causa discórdia na Câmara

Foto: Decom/ Público conferindo a chegada do Papai Noel

 

A não aprovação do projeto de apoio da CORSAN para o Natal de São Borja acirrou ainda mais os ânimos do governo e oposição.

Por 7 votos a 6, na reunião ordinária de segunda-feira, dia 9, a Câmara rejeitou projeto de lei complementar de autoria do Poder Executivo que previa abertura de rubrica no Orçamento Municipal e uso de recursos destinados pela Corsan às atividades do Natal da Capital Gaúcha do Fandango.

A votação contrária à matéria que garantiria recursos de R$ 19.100,00 da estatal para eventos do Natal causou indignação junto ao Palácio João Goulart. Em uma rede social, o prefeito Eduardo Bonotto (Progressistas) questionou a atitude dos vereadores: “Nossa oposição não gosta de Natal?”, destacando ainda que a votação contrária à matéria teve caráter de “ranço político”. Bonotto, no entanto, garantiu que a programação vai continuar por que tem a aprovação da comunidade que superlotou a praça XV de Novembro, no domingo, dia 8, quando da chegada do Papai Noel.

“E lamento profundamente a postura dos vereadores da oposição, que parecem atuar na linha do ‘quanto pior melhor’, sem dar apoio às ações positivas em nossa cidade. Se olharmos bem, são quase três anos de sistemáticas votações contrárias da oposição, independente de projetos que lá tramitam”, afirmou Bonotto.

Enquanto isso, os vereadores que votaram contra a matéria postaram nota de esclarecimento na mesma rede social. Numa longa explanação, culparam a prefeitura por ter enviado o projeto para a Câmara no dia de início da vigência do contrato e por ter previamente encomendado material publicitário com a logomarca da Corsan antes da aprovação do projeto, desrespeitando a legislação municipal em vigor.

Votaram contra o projeto os vereadores Celso Lopes, Paulo Cesar Cardial, Djalma Leal Junior, Fátima da Rocha e Valério Cassafuz, do PDT; Carmelito do Amaral, do PT, e João Luiz Dornelles. Votaram a favor os vereadores André Dubal, Adão Santiago, Airton Ferrari e Eugênio Dutra, do Progressistas, Élvio Feltrin, do PSDB, e Marcelo Robalo, do PSB. A vereadora Sandra Marques (Progressistas) acabou não votando porque teve um problema de saúde e se ausentou do plenário. O vereador Jefferson Homrich (PTB), como presidente da Câmara, só pode votar em caso de empate, como não foi isto que ocorre não participou da decisão.

A Prefeitura está analisando a situação para depois decidir como proceder em relação à possibilidade do patrocínio. No entanto, o Palácio João Goulart confirma que as atividades do Natal serão mantidas conforme cronograma já divulgado.

 

 

Gostou da Matéria? Deixe-nos seu curtir ou Deixe seu Comentário

Fique sempre Atualizado

Receba em seu e-mail as notícias da cidade, promoções e tudo sobre a programação da Rádio Cultura AM 1260




Todos os direitos reservados à ESBC - Empresa São-borjense de Comunicações Ltda

© Radio Cultura AM 1260 - 2014

Desenvolvido por: