Anúncie no portal da Rdio Cultura AM 1260 - So Borja
Notícias São Borja

Cais Folia 2019 consolida potencial turístico do Carnaval de São Borja

Rafael Vigna Editado em 18/03/2019

Cais Folia 2019 consolida potencial turístico do Carnaval de São Borja

A consolidação do potencial turístico, em quatro noites de alegria, descontração e muito samba no pé, foi o principal legado do Cais Folia em 2019. O novo formato do evento, organizado pela Prefeitura Municipal, contemplou a todos os gostos e reuniu mais de 18 mil pessoas. Das crianças, que ganharam um baile infantil no domingo, até a terceira idade, não houve quem saísse incólume.

Durante os dias de folia, famílias, casais e turmas de amigos fizeram a festa ao som da Banda Balança Brasil. Excursões de turistas de cidades como Uruguaiana, Maçambará, Itaqui e São Luiz Gonzaga, entre outras localidades, ajudaram a movimentar a festa e também a rede hoteleira. No Hotel Obino, por exemplo, o feriado foi responsável por compensar a ausência dos hóspedes argentinos que, neste ano, em razão da crise, não têm repetido a frequência de anos anteriores.

O prefeito Eduardo Bonotto participou dos quatro dias e aprovou o evento. “O Cais Folia é uma grande realidade na região, durante esses dias pessoas de todas as idades fizeram uma festa linda”, destacou. O coordenador da organização, Damião Ribas, avaliou a realização do evento como positiva: “não tivemos nenhum problema, foi um evento tranquilo e seguro, as pessoas vieram para se divertir e brincar e o resultado foi um grande evento”, comenta.

Entre os foliões, não é raro encontrar aqueles que se revelem “surpresos positivamente” com a festa promovida entre os dias 1º e 4 de março. É o caso da autônoma Vanessa Pinheiro Hojah. Neste aspecto, para ela, segurança, infraestrutura e organização foram alguns dos pontos altos. De fato, distribuídos entre as equipes de portaria, cerceamento e circulação, foram mais de 80 homens garantindo o bom andamento do espetáculo.

Acostumada com carnavais na Região de Santa Rosa, Vanessa afirma que o Cais do Porto é uma “ótima opção”, justamente por contar com alguns diferencias comparativos com outros municípios.  “Achei tudo super organizado, segurança e estrutura, principalmente. A banda era muito legal também. Nunca tinha ido a um carnaval assim. Na minha região, em Santa Rosa, as noites são em clubes, não na rua. Além disso, é preciso organizar as datas. Cada noite costuma ser melhor em uma cidade próxima. Uma em Santa Rosa, outra em Três de Maio, outra em Horizontina, outra em Santo Cristo, por exemplo. Por isso, o Porto é uma boa opção. Trata-se de um evento bem pensado e organizado”, comenta.

Para o fisioterapeuta Manolo Riesgo, o destaque fica por conta da participação de toda a comunidade, “independente do poder aquisitivo”. Pai do pequeno Miguel, de 5 anos, ele também tece um elogio especial à banda local, liderada por Roberto Durãn, que foi responsável pela música do baile infantil. “Era excelente e contemplava marchas locais, o que além de alegrar funciona como forma de transmitir a rica cultura dos nossos carnavais antigos aos novos foliões. A Banda do baile noturno também era de muito boa qualidade, com ótimo repertório, e agradava a todos os gostos. Sou um pouco contrário ao funk e música regionalista em demasia em uma festa específica e popular como o carnaval”, revela.

Segundo Riesgo, a participação do público, inclusive no domingo, quando esperava encontrar menos gente no Cais, foi outro diferencial positivo. “Não tenho conhecimento de algum evento diferente daqui que consiga reunir essa quantidade de público no interior do Estado. Desejo que o Cais Folia siga e seja sempre aperfeiçoado, a exemplo do que ocorreu este ano”, afirma.

A professora Carolina Pinheiro, que participou das quatro noites do evento, enaltece a organização e a segurança. “A estrutura estava ótima, não tinha quase fila nos banheiros e tinha pessoal da segurança até lá embaixo, no Rio. Muito seguro”, diz. Neste aspecto, segundo dados da Prefeitura, foram 40 banheiros químicos instalados. Carolina, que frequentou as primeiras edições do Cais Folia, salienta o potencial de atração de turistas para a cidade. “Nosso carnaval tem um grande potencial turístico, é melhor que o de Jaguarí. É um formato único na região”, exemplifica.

Gostou da Matéria? Deixe-nos seu curtir ou Deixe seu Comentário

Fique sempre Atualizado

Receba em seu e-mail as notícias da cidade, promoções e tudo sobre a programação da Rádio Cultura AM 1260




Todos os direitos reservados à ESBC - Empresa São-borjense de Comunicações Ltda

© Radio Cultura AM 1260 - 2014

Desenvolvido por: