AO VIVO

Cultura Rural

Ouça agora o Programa Cultura Rural
A Seguir: A Tarde é Sua
Com Sidnei Siqueira


 Anúncie no portal da Rdio Cultura AM 1260 - So Borja
Notícias Geral

Procedimentos alternativos aos tratamentos de saúde tradicionais estão em fase de estudo em São Borja

Acupuntura e homeopatia são alguns dos procedimentos

Editado em 10/04/2017

Procedimentos alternativos aos tratamentos de saúde tradicionais estão em fase de estudo em São Borja

Texto e Foto: Paulo Henrique Santhias

Desde 2006 o Sistema único de Saúde (SUS), através da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PICs), oferecia cinco procedimentos alternativos à medicina tradicional: Medicina Tradicional Chinesa – acupuntura, homeopatia, plantas medicinais e fitoterapia, termalismo – crenoterpia e Medicina Antroposófica. Na última terça-feira, 28, o Ministério da Saúde passou a ofertar 14 novos procedimentos.

São eles: arteterapia, ayurveda, biodança, dança circular, meditação, musicoterapia, naturopatia, osteopatia, quiropraxia, reflexoterapia, reiki, shantala, terapia comunitária integrativa e yoga.

São Borja

Os recursos para as PICS advém do Piso da Atenção Básica (PAB) de cada município, e fica a cargo do gestor da cidade a decisão de onde aplicá-los.

Em São Borja esses recursos somavam R$ 24.276,45 no início da gestão anterior e R$ 110.830,70 no último balanço apresentado no segundo quadrimestre de 2015 antes da saída. Contudo, o único procedimento ofertado foi yoga, o restante dos recursos foi investido nas áreas básicas da saúde como: qualificação, equipamentos, recursos materiais, afirmou a enfermeira supervisora de atenção básica Francieli Mion.

Segundo a nova secretária de saúde, enfermeira Michelly Cherobini, as práticas estão em fase de estudo para aplicação, por meio dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF). “A ideia é a gente iniciar a ter, até porque é uma política muito boa, trabalha com corpo e mente e isso entra na parte da prevenção da doença e promoção da saúde que é base da política pública”, afirma Michelly.

Na visão da secretária o sistema de saúde ainda se volta muito para os processos curativos, o que superlota os hospitais. Com tais práticas de prevenção seria possível diminuir e até reverter o quadro, o que garantiria uma economia na saúde, e por consequência, melhor atendimento e qualidade de vida aos cidadãos.

No NASF do bairro Vicentinos as estratégias de esporte como maneira de fortalecimento da saúde infantil já estão em prática, com auxílio de um educador físico e acompanhamento individual de cada criança.

Acesso aos dados

Relatório anual de gastos 2013

Relatório anual de gastos 2014

Relatório do primeiro quadrimestre de gastos 2015

Relatório do segundo quadrimestre de gastos 2015

Gostou da Matéria? Deixe-nos seu curtir ou Deixe seu Comentário

Fique sempre Atualizado

Receba em seu e-mail as notícias da cidade, promoções e tudo sobre a programação da Rádio Cultura AM 1260




Todos os direitos reservados à ESBC - Empresa São-borjense de Comunicações Ltda

© Radio Cultura AM 1260 - 2014

Desenvolvido por: