Anúncie no portal da Rdio Cultura AM 1260 - So Borja
Notícias São Borja

Prefeito avalia com empresários ações voltadas ao desenvolvimento

Rafael Vigna Editado em 19/06/2019

Prefeito avalia com empresários ações voltadas ao desenvolvimento

O prefeito Eduardo Bonotto foi o convidado para a retomada, este ano, do ‘Tá na Acisb’, programa de encontros e debates com o empresariado da cidade. Trata-se de iniciativa da Associação Comercial e Industrial (Acisb) e da Câmara de Diretores Lojistas (CDL). Durante mais de uma hora, em reunião-almoço, o prefeito relatou algumas das principais ações em curso na sua gestão visando à promoção do desenvolvimento do município. No final, respondeu questionamentos. 

Tanto Bonotto como o presidente da Acisb, Wolmi Oliveira, destacaram a disposição de implementar parcerias através das instituições que representam. Oliveira aproveitou para informar que serão propostos projetos ao Executivo municipal, um deles de apoio à criação de indústrias.

Pavimentação e drenagem

 

O prefeito Eduardo Bonotto ressaltou ao empresariado local que uma das ações prioritárias da sua gestão é investir em infraestrutura de pavimentação e correção de drenagem pluvial na cidade. Nesse sentido, confirmou que estão em andamento, a partir de 2018, obras de calçamento ou asfalto em 30 quadras de ruas na cidade. Os recursos, na ordem de R$ 6,6 milhões, são do próprio orçamento da Prefeitura, financiamento federal e Emendas Parlamentares. “A maioria dos bairros e vilas tem alguma obra em andamento”, disse.

Ao mesmo tempo, é lançado edital para novas pavimentações, com financiamento do Badesul, com aplicação de mais de R$ 3 milhões. Ruas como Bento Martins e Serafim Vargas receberão asfalto, para desafogar o fluxo de veículos no Centro. Também haverá asfalto ou o calçamento no entorno do Hospital Ivan Goulart e no bairro do Passo. Com financiamento do Badesul, também serão adquiridas duas motoniveladoras. O prefeito ainda lembrou que ao assumir, em 2017, foram recuperadas 40 quadras de ruas que estavam quase intransitáveis, o que representou investimento de R$ 1,5 milhão.

Bonotto mostrou aos empresários são-borjenses que recuperar o sistema de drenagem pluvial é também prioridade. “Já implantamos cerca de 10 quilômetros de tubulações, para resolver problemas de alagamentos”. Citou como exemplo situações crônicas resolvidas como na vila Arno Andres e agora na Praça Tricentenário.

Outro destaque foi para as obras da Corsan, realizadas ou que estão previstas. O prefeito relatou que foram restabelecias relações suspensas com a companhia e retomadas obras de redimensionamento da Estação de Tratamento de Esgoto no bairro Jockey Clube, com investimento de R$ 10 milhões. “No segundo semestre, estão programadas obras complementares na rede coletora de esgoto nos bairros do Passo e José Alvarez. Também, a partir de agora, toda a Zona Sul – bairros Florêncio Guimarães, Paraboi, Betim e Pirahy – receberão redes coletoras de esgoto, com mais de R$ 15 milhões de investimento.

Parceria pela cidade

Durante sua exposição na Acisb, o prefeito Eduardo Bonotto fez questão de destacar a parceria permanente com os empresários e suas entidades, em favor da cidade. Um exemplo citado, nesse sentido, foi a retomada do estacionamento rotativo, hoje com 623 vagas à disposição, facilitando o acesso ao comércio. Outro exemplo citado foi a finalização do quartel de Bombeiros, obras que se arrastou por uma década e que estava para no início da atual administração, segundo destacou o chefe do Executivo.

Bonotto ainda apontou como uma ação coletiva a retomada do serviço de coleta e de reciclagem de resíduos urbanos, inciativa em ajustes e que deve ser ampliada. Para os próximos dias, será retomada a mobilização em torno de recuperação do aeroporto João Manoel, com verba federal de R$ 5 milhões, e de ativação de linha aérea regular. “A previsão é de que tenhamos quatro voos por semana até Porto Alegre e possibilidade de conexão com todo o País”, disse o prefeito. Ele classifica como indispensável, sob todos os aspectos, o serviço de uma linha aérea comercial, considerando os atuais e futuros empreendimentos locais.

Saúde, Educação e Ação Social

Mesmo sendo uma das áreas mais complexas e carentes de recursos, a Saúde vem recebendo atenção prioritária, conforme o chefe do Executivo municipal. Eduardo Bonotto citou como exemplo de grande investimento na área a ativação do Centro Especializado em Reabilitação – CER. Trata-se de unidade regional de serviços, montada em moderna estrutura e que, mensalmente, recebe R$ 140 mil para manutenção da equipe e estrutura operacional.

Outro exemplo alinhado foi entrega, semana passada, da Farmácia Básica do Passo, atendendo toda a demanda da Zona Norte da cidade. Outra conquista implementada e citada foi zerar a falta de
medicamentos da lista básica do SUS.

Na área de Educação, foram destacados vários projetos ou ações desenvolvidas. São exemplos Educação Empreendedora, turno integral na Escola Ubaldo da Costa e projeto Mão na Massa na mesma escola. O elenco de ações ainda tem o projeto Escola Viva, reestruturação do Centro de Atendimentos Especializados e criação de 300 vagas na Educação Infantil.

No setor de Desenvolvimento Social, uma das ações como âncora é o projeto Capacitar que, em parceria com o Senai, qualificou 400 trabalhadores e prepara novas turmas. Já em parceria com o Instituto Farroupilha, CRAS e associações comunitárias são preparados para geração de renda.

Na área de Cultura e Turismo, Eduardo Bonotto destacou a consolidação de São Borja como Capital Gaúcha do Fandango. Por conta disso, têm sido várias atividades em Parceria com os CTGs, como o Dia de Campo, eventos de Natal e de Páscoa e outras iniciativas futuras já encaminhadas.

Modernização Administrativa

O prefeito Bonotto ressaltou aos empresários, no encontro na cidade, as iniciativas em curso ou planejadas para modernização administrativa e melhor gestão. Entre os exemplos a respeito, apontou a reformulação do Código Tributário, a desburocratização e a simplificação  e maior rapidez para alvarás de licenças de funcionamento de empresas, além de alvarás sanitários. “Alvará que demorava um ano sai, no máximo, em uma semana”, destacou.

Também está em implantação novo software de gestão eletrônica, o e-Cidade, que vai interligar todos os setores da Prefeitura e dar acesso de todos os serviços online. Bonotto igualmente destacou que São Borja adotou moderna legislação e o comércio da cidade pode funcionar as 24 horas do dia. Cidade Digital e Aplicativo de serviços são outras ações planejadas. Outra conquistada destacada foi o pagamento de 526 fornecedores que tinham a receber da Prefeitura no início da gestão. “Restabelecemos o crédito que não mais existia”.

Pensando o futuro

Ao terminar sua exposição, o prefeito Eduardo Bonotto respondeu perguntas, informou que está em andamento a reestruturação do Plano Diretor do Município, sendo ainda articuladas ações para retorno da Junta Comercial.

Em relação à geração de empregos, Bonotto apontou, como exemplo, os novos investimentos confirmados para a Plataforma Logística, através do Posto Cavalhada. Entende que é indispensável agregar valores ao agronegócio local, sendo o arroz um dos carros-chefe. “É preciso, porém, resolver o problema dos produtores e incentivar o aumento do consumo do grão”.

 
Gostou da Matéria? Deixe-nos seu curtir ou Deixe seu Comentário

Fique sempre Atualizado

Receba em seu e-mail as notícias da cidade, promoções e tudo sobre a programação da Rádio Cultura AM 1260




Todos os direitos reservados à ESBC - Empresa São-borjense de Comunicações Ltda

© Radio Cultura AM 1260 - 2014

Desenvolvido por: