Anúncie no portal da Rdio Cultura AM 1260 - So Borja
Notícias Geral

Reunião com a cooperativa Bonsucesso busca explicações sobre condomínio habitacional

Encontro foi realizado no Legislativo

Michel Editado em 05/07/2018

Reunião com a cooperativa Bonsucesso busca explicações sobre condomínio habitacional

Foto: Google Maps / Reprodução

Na manhã desta terça-feira, 3, foi realizada na Câmara Municipal de Vereadores uma reunião com os associados da Cooperativa Bonsucesso para debater o conjunto habitacional que deverá ser construído na rua Ulysses Guimarães.

Na semana passada, os moradores procuraram os vereadores solicitando auxílio no esclarecimento de respostas por parte da cooperativa. Por isso, foi sugerida uma audiência pública com a Cooperativa, Corsan, RGE SUL a fim de sanar o questionamento dos associados e entender o motivo da demora no início das obras.

O vice-presidente do Legislativo João Luiz Dornelles esclareceu que a responsabilidade dos vereadores de aprovar o projeto que transformava aquela área em área social foi cumprida, ou seja, o que era dever dos vereadores foi executado com a sociedade de São Borja. Agora, o objetivo é entender através do diálogo, respeito e transparência alguns pontos desse projeto, o que pode ser feito e quem é responsável por ele.  

A Cooperativa Bonsucesso explicou que o projeto está em andamento e que a empresa é responsável pela construção de outros conjuntos habitacionais, o que mostra a seriedade e respeito pelo trabalho que realiza. Sobre o início das obras, o Assessor Jurídico da Empresa Renato Bonadiman justificou que muitos trâmites foram realizados, mas ainda faltam detalhes, que sem solução, podem ocasionar na perda do projeto, por isso é importante unir forças.

Conforme o Secretário de Planejamento João Pedro Daitx para o projeto ser executado existem pendências, de responsabilidade da cooperativa, uma vez que o município não tem gerência no processo.

Para o início das obras a cooperativa precisa resolver os seguintes itens: aprovação da RGE que ainda não foi apresentada ao município; aprovação da CORSAN; comprovação de que a RGE vai executar o que ela aprovar; e o caucionamento. A CORSAN vai se manifestar em 30 dias.

Os trabalhos foram coordenados pelo vice-presidente do Legislativo João Luiz Dornelles na companhia do Secretário de Planejamento João Pedro Daitx; Fiscal de Obras Sérgio Matias; gestor da CORSAN em São Borja Manoel Joaquim Vieira Carvalho; Presidente da Cooperativa Bonsucesso Luís Cesar Correa da Silva; Assessor Jurídico da Empresa Renato Bonadiman; Vereadores: Jefferson Olea Homrich, Fátima da Rocha, Junior, Cardial, Marcelo Robalo, Adão Santiago e Sandra Marques; Consultor Jurídico da Casa Eduardo Tatsch; e moradores contemplados.

Gostou da Matéria? Deixe-nos seu curtir ou Deixe seu Comentário

Fique sempre Atualizado

Receba em seu e-mail as notícias da cidade, promoções e tudo sobre a programação da Rádio Cultura AM 1260




Todos os direitos reservados à ESBC - Empresa São-borjense de Comunicações Ltda

© Radio Cultura AM 1260 - 2014

Desenvolvido por: