Anúncie no portal da Rdio Cultura AM 1260 - So Borja
Notícias Geral

Câmara e Prefeitura convocam RGE para esclarecimentos

Rafael Vigna Editado em 12/02/2019

Câmara e Prefeitura convocam RGE para esclarecimentos

Uma reunião foi realizada, ontem (11/02), na Prefeitura de São Borja, com a presença da Supervisora de Atendimento Comercial da RGE Sul, Débora Kunzler. Na ocasião, o prefeito Eduardo Bonotto apresentou um histórico apontando as principais demandas da população. Os atendentes do Procon de São Borja participaram do encontro e manifestaram que têm recebido muitas reclamações nos últimos dias. O Procon relatou que encaminha as denúncias à concessionária diariamente.

A representante da RGE Sul declarou que nos próximos dias serão tomadas providências a fim de solucionar as eventuais falhas na rede elétrica. No final do encontro, Bonotto ainda solicitou melhorias na prestação de serviços na zona urbana e rural e pediu que a empresa divulgue um cronograma de trabalho à população.  Também participaram da reunião o vice-prefeito Roque Feltrin, o líder do governo na Câmara, o vereador André Dubal, o consultor jurídico Marcos Rogério do Santos, a diretora do Procon Kátia Figueiredo e os atendentes do Procon Luciana Vale e Edson Weber.

A Mesa Diretora da Câmara de Vereadores, formada por Jefferson Olea Homrich (PTB), Sandra Marques (PP), Eugênio Dutra (PP) e Marcelo Robalo (PSB) também colocou em votação um pedido de convocação aos representantes da empresa RGE, responsável pela distribuição de energia no Município. Por sugestão do Vereador João Luiz Dornelles (PP) e do Vereador Carmelito Lunardine do Amaral (PT), também foi incluída a convocação de um representante da Agergs, a agência que regula os serviços públicos e delegados no Estado.

A pauta foi aprovada por unanimidade. Segundo os vereadores, já que a empresa concessionária parece tratar com descaso os problemas relatados por São Borja e também por outras cidades, será preciso aumentar o poder de pressão para obter algum tipo de resposta sobre as inúmeros reclamações registradas na cidade. A falta de manifestação da concessionária aumenta, diariamente, o descontentamento da população com os problemas de tensão na rede. Muitos consumidores constatam medições de voltagem abaixo das regulamentadas. Há casos em que a entrega de energia fica até 25% abaixo das mínimas previstas pela agência reguladora do setor, estipulada em 202 volts.
 

Gostou da Matéria? Deixe-nos seu curtir ou Deixe seu Comentário

Fique sempre Atualizado

Receba em seu e-mail as notícias da cidade, promoções e tudo sobre a programação da Rádio Cultura AM 1260




Todos os direitos reservados à ESBC - Empresa São-borjense de Comunicações Ltda

© Radio Cultura AM 1260 - 2014

Desenvolvido por: